Presidente do CFRAT destaca importância do evento para o Movimento Espírita em Ação

Fundada em 2005, a Casa Fraterna Espírita Chico Xavier (CFRAT) é uma instituição beneficente de estudo, pesquisa e prática do Espiritismo, que desempenha atividades de ensino espírita, prática mediúnica, assistência e orientação espiritual, apoio a hipossuficientes e tratamento espiritual. “Estamos no CFRAT desde o seu início”, comenta Zilá Rocha de Almeida, presidente da Casa pelo segundo mandato. Nascida no Rio de Janeiro, ela abraçou a doutrina espírita já na adolescência, aos 14 anos, quando conheceu os livros da codificação de Allan Kardec. “Desde então, além de formarmos uma família, nunca mais nos separamos da Doutrina dos Espíritos”, recorda, contando que a coleção foi um presente ao seu marido, de que ela também pôde desfrutar. Mãe de dois filhos e avó amorosa de seis netos, Zilá e o esposo são referência no movimento espírita do Guará. Em entrevista ao Boletim Especial da CRE-9, ela comenta a importância da XIII Semana Espírita do Guará. Leia os principais trechos da conversa:

Em outubro será realizada a XIII Semana Espírita do Guará. Qual a importância desse evento para a comunidade espírita da região?

Zilá Rocha de Almeida – A Semana Espírita, foco de nossos objetivos, se traduz como um dos aspectos do Movimento Espírita em Ação, a oportunidade de vivenciar os princípios da Doutrina Consoladora.

Casa Fraterna Espírita Chico Xavier- CFRAT

Quais os objetivos do evento e a quem se destina?

Z.R.A. – O objetivo é fortalecer os laços entre as Casas da região e, com isso, ampliar o esforço pela disseminação da doutrina espírita. A Semana busca dialogar com aqueles que já abraçaram o Espiritismo, mas também conquistar a atenção do simpatizante e daqueles que ainda não conhecem a doutrina.

A Semana Espírita é resultado de um trabalho conjunto entre as cinco Casas que compõem a regional do Guará. Como avalia essa parceria e como esse exercício de união contribui para disseminar a doutrina espírita?

 Z.R.A. – A Semana Espírita tem uma programação e cada etapa representa uma atividade que melhor se adequa as necessidades do Movimento Espírita, por exemplo o Encorde, um movimento interno das Casas; e o Sebo do Livro, movimento externo; ambos com propósitos de levar conhecimentos, esclarecimentos, responsabilidades.

O tema desse ano é a celebração dos 160 anos da publicação do Livro dos Espíritos. Por que esta obra foi escolhida nesse momento e qual a mensagem que semana quer deixar para o movimento espírita?

 Z.R.A. – Quando realizado entre seus pares de Ideal Espirita, solidifica a causa da Doutrina de Jesus, razão pela qual o tema escolhido que irá nos conduzir no evento e 160 anos do Livro dos Espíritos, significando, assim, sua robustez, eficácia na condução daqueles que a elegeram como caminho a seguir.