Para o presidente do Geframa, evento fortalece laços entre as Casas do Guará

Fundado em outubro de 1983, o Grupo Espírita Fraternidade de Maria (GEFRAMA) é um dos mais longevos centros espíritas da Distrito Federal e referência no Guará. Nessa longa trajetória de serviço ao próximo e disseminação da doutrina espírita, a Casa construiu como marcas a assistência social e o trabalho com jovens. À frente da instituição, Clemente Alves Noleto destaca a importância da Semana Espírita do Guará para a divulgação do Espiritismo. Presidente do GEFRAMA, esse maranhense de Riachão celebrará seus 80 anos em 2017 deixando para trás uma infância e juventude de muitas dificuldades. Pai de quatro filhos e  avô de oito netas, Clemente aproximou-se do Espiritismo aos tenros 10 anos de idade. “A Doutrina Espírita é de uma importância fundamental para mim, assim como o trabalho que ora exerço na Doutrina”, afirma. Em entrevista ao Boletim Especial da CRE-9, Clemente comenta a importância da XIII Semana Espírita do Guará. Leia os principais trechos da conversa:

Em outubro será realizada a XIII Semana Espírita do Guará. Qual a importância desse evento para a comunidade espírita da região?

Grupo Espírita Fraternidade de Maria (GEFRAMA)

Clemente Alves Nolêto –  A XIII Semana Espírita do Guará, a realizar-se em outubro próximo, será de muita importância para as Casas que dela participarem e para a nossa comunidade desta Cidade Satélite.

Quais os objetivos do evento e a quem se destina?

C.A.N – Os objetivos deste evento são muitos. Aproximar as Casas Espiritas do Guará, fazer com que os trabalhadores de cada Casa passem a conhecer os irmãos das outras Casas, permitir que conheçamos as experiências das outras Casas e adotarmos aquelas que deram certo.

A Semana Espírita é resultado de um trabalho conjunto entre as cinco Casas que compõem a regional do Guará. Como avalia essa parceria e como esse exercício de união contribui para disseminar a doutrina espírita?

C.A.N – Vejo que é uma boa forma de divulgar a Doutrina Espírita na Cidade.

O tema desse ano é a celebração dos 160 anos da publicação do Livro dos Espíritos. Por que esta obra foi escolhida nesse momento e qual a mensagem que semana quer deixar para o movimento espírita?

C.A.N – A escolha dos 160 anos da publicação do Livro dos Espíritos como tema para a celebração desta Semana Espírita foi muito feliz, pois celebra-se no planeta Terra a chegada do livro mais importante do Espiritismo.